Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Fundação Estadual do Meio Ambiente - FEAM

 

Banner Topo Desastre da Barragem

Relatório apresenta resultados de recuperação do rio Doce

Sex, 15 de Fevereiro de 2019 15:23

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) de Minas Gerais disponibilizou, em sua página da internet, os resultados da 6ª fase da Operação de Fiscalização Watu, que avalia as ações de recuperação que estão sendo realizadas na parte mineira da Bacia do Rio Doce. As medidas vêm sendo executadas após o rompimento da Barragem Fundão, em Mariana, na região do Quadrilátero Ferrífero, ocorrido em novembro de 2015. faixa branca Foto 03 - Watu01 capa

 


 

NOTA DE ESCLARECIMENTO 17 – DESASTRE BARRAGEM B1

Sex, 08 de Fevereiro de 2019 17:09

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) informa ter sido avisada pela Defesa Civil Estadual e pela Agência Nacional de Mineração (ANM) a respeito do acionamento dos níveis de alerta da Barragem Gongo Soco, da Mineradora Vale, em Barão de Cocais; e da Barragem da Mina de Serra Azul, da Arcelor Mittal, em Itatiaiuçu. faixa branca nota do esclarecimento 27-01-2019

 


 

NOTA DE ESCLARECIMENTO 16 – DESASTRE BARRAGEM B1

Sex, 08 de Fevereiro de 2019 16:24

Desde o rompimento da Barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, no dia 25 de janeiro, o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) deu início a uma série de ações de avaliação e mitigação de danos ambientais. Uma das medidas é relacionada à fauna e vem sendo executada por meio do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Cerca de 800 animais, entre silvestres e domésticos, já foram resgatados.

faixa branca
nota do esclarecimento 27-01-2019

 

 


 

NOTA DE ESCLARECIMENTO 15 – DESASTRE BARRAGEM B1

Qui, 07 de Fevereiro de 2019 16:59

Logo após o rompimento da Barragem B1, da Mineradora Vale, em Brumadinho, o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) deu início ao monitoramento da qualidade da água do Rio Paraopeba, curso d’água atingido pelos rejeitos que vazaram do reservatório. O trabalho está sendo realizado com frequência diária, desde o dia 26 de janeiro, em parceria com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Agência Nacional de Água (ANA) e Serviço Geológico do Brasil (CPRM). faixa branca nota do esclarecimento 27-01-2019

 


 

FEAM|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades